Cálcio: consuma mais, previna doenças e tenha qualidade de vida

mesa com ovos, feijão, grão de bico, salmão

Segundo dados da Fundação Internacional de Osteoporose (IOF), divulgados no início do mês, os brasileiros consomem metade da quantidade de cálcio recomendada por dia. Para a nutricionista Nany Sado, o baixo consumo está relacionado a maus hábitos alimentares, como ingestão de fast food, processados e refrigerantes.

A falta deste mineral  na alimentação aumenta a incidência de doenças como osteopenia, que é a perda precoce da densidade óssea, e osteoporose, que ocorre com o envelhecimento do indivíduo. O cálcio é fundamental para a constituição de ossos, dentes e músculos. Ele pode ser encontrado em vários alimentos, em uma dieta rica e variada, que não depende apenas do leite. Ainda assim, a ingestão tem ser contínua e feita o quanto antes.

“Você vai fazendo uma poupança desde criança e quando chega nos 30 nós temos de ter nossa matriz óssea formada. É que depois disso, a gente não ganha muito. Na verdade, a gente acaba é perdendo. E com os 45 anos, se perde ainda mais”, conta Nany sobre a necessidade de acumular cálcio para prevenir doenças relacionadas à perda de massa óssea.

O cálcio não vem só do leite

O leite é a fonte mais conhecida  e popular de cálcio. Todavia, sardinha, salmão, feijão branco, vegetais escuros, melaço e batata-doce são fontes deste mineral. Todos estes alimentos não contém lactose. Ou seja, podem ser utilizados por pacientes com intolerância. Além disso, há ainda leite de castanhas e iogurtes enriquecidos com cálcio e tofu.

Também vale lembrar que é possível estimular a maior absorção do mineral por meio de horários e combinações de alimentos.  Por ser alcalino, ingerir cálcio à noite, por exemplo, é uma maneira de potencializar a quantidade metabolizada pelo organismo, uma vez que encontrará o intestino mais ácido.

Se você quiser saber mais sobre como absorver vitaminas e minerais, clique AQUI!

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

You may use these <abbr title="HyperText Markup Language">HTML</abbr> tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.